quarta-feira, agosto 19, 2015

IS THIS GUY TRYING TO HAVE ME?

Paul, na sua adolescência, escreveu uma música para Frank Sinatra: "- Quando eu tinha 14 anos, queria ser compositor e minha ambição era escrever para Frank Sinatra". Quando sentiu-se um pouco mais experiente, em 1974, Paul chegou a mandar uma fita demo com a música Suicide para seu ídolo, mas ele não respondeu. Paul continua: "- Eu enviei a ele uma música que costumava tocar em algumas festas, mas a letra era péssima. Terminava dizendo 'it's suicide' (isso é suicídio). Na verdade, o nome dela era 'It's Suicide'", ironizou. Há registros de que Sinatra teria dito ao ouvir a fita: "- Esse rapaz está brincando comigo?".

Há uma versão de 46 segundos gravada nas Get Back Sessions de 1969. Paul insere também, no seu primeiro álbum solo McCartney, de 1970, 8 segundos da canção, no final da faixa Hot As Sun / Glasses.

Apesar de Sinatra não ter curtido muito o som do nosso beatle segue abaixo a versão de 3:46 que foi enviada a ele. E se você fosse Sinatra, você também descartaria a canção? Enjoy!

Suicide (demo)

terça-feira, agosto 18, 2015

AUGUST 18, 1962: DEFINITIVE BEATLES!

Na data de hoje, 18 de agosto, só que de 1962, portanto há 53 anos atrás, os Beatles se apresentam no Salão Hulme, Port Sunlight, em Birkenhead, Inglaterra, no Baile Anual Número 17 da Sociedade Local de Horticultura.

Depois de um ensaio de 2 horas, Ringo Starr aparece pela primera vez como um membro dos Beatles.

Era a primeira vez que a banda tocava com os integrantes que o mundo idolatraria: John, Paul, George e Ringo. Nesta noite nascia o Fab Four.

E o blog separou uma gravação ao vivo no Cavern Club, no dia 22 de agosto de 1962. A música é Some Other Guy (Lieber/Stoller/Barrett).

Era uma sessão de hora do almoço e o Cavern estava repleto. Parte da apresentação dos Beatles estava sendo filmada para televisão.

Na ocasião desta gravação, aconteceu a quarta apresentação do grupo com Ringo Starr como o baterista novo.

Curiosidade: esta versão é diferente da incluída nos vídeos do Anthology. Yeah!

Some Other Guy (cover - Cavern 1962)

segunda-feira, agosto 17, 2015

THERE WERE BIRDS IN THE SKY

Os Beatles sempre gostaram da música Till There Was You, de Meredith Willson, 1957. Tanto é que ela sempre estava no repertório da fase de Hamburgo, depois a gravaram no famoso disco Decca Tapes, de 1º de janeiro de 1962 e por fim no álbum With The Beatles, de 18 e 30 de julho de 1963. 

No post de hoje você poderá reparar no crescimento que eles tiveram, principalmente no solo de George, no intervalo de tempo entre essas gravações. Compare também os desempenhos de Pete Best e de Ringo, além, é claro, do vocal de Paul. Ok, boys! 

Till There Was You, Decca Tapes, 1962, with Pete Best on drums (cover)

Till There Was You, With The Beatles, 1963, with Ringo on bongos (cover)

quarta-feira, agosto 12, 2015

WE MISSED YOU...

Foi com um misto de alegria e tristeza que nos deparamos com imagens inéditas de John Lennon recentemente na internet. 

Um vídeo, no que ele anuncia, mostra os últimos registros dele em estúdio, antes da sua morte em 8 de dezembro de 1980. Proclama, ainda, que a gravação foi feita durante a produção do disco solo de John, o Double Fantasy, no estúdio The Hit Factory, em Nova York, nos Estados Unidos. 

Nas imagens, John aparece tocando uma guitarra bem diferente (nunca o tínhamos visto com uma igual), ao lado - no que parece uma montagem - da banda Cheap Tricks, numa versão diferenciada, com uma pegada sensacional, de I'm Losing You, uma das faixas do Double Fantasy

Não há dúvidas de que são imagens registradas pouco antes da sua morte e, mesmo que o vídeo não seja exatamente o que diz que é, vale a pena conferir. Ah, dá pra ouvir claramente, antes de John começar a cantar, acordes de She's a Woman! Repare!

Quantas saudades, John! Curta!

sábado, agosto 01, 2015

MY LITTLE GIRL

É incrível a sintonia de John, Paul, George e Ringo nos primeiros anos da banda, sedimentados pelos duros anos no final da década de 50 e início da de 60. Shows em qualquer lugar, com qualquer aparelhagem e ganhando ninharia. 

As dificuldades de Hamburgo, até a descoberta da sua genialidade por Brian Espstein no Cavern Club. Eram tão próximos que se pareciam! Sabiam que juntos tinham segurança, e faziam questão de mostrar essa proximidade. Puxa, como eu amo esses caras, essa história, essa música e esse legado. 

E o seu blog preferido de outtakes traz hoje o take de número 1 da dançante I Feel Fine! Yeah!