sexta-feira, março 30, 2012

ALL MY FRIENDS TOLD ME I WAS GREAT

Em 1973 Ringo conseguiu reunir os Beatles no seu Álbum Ringo. Pena que eles não estiveram todos juntos nalguma faixa... George contribuiu na cativante Photograph (George & Ringo) e You and Me (Babe) (George & Mal Evans). Paul com Six O'Clock (Paul & Linda) e John com I'm The Greatest (John).

Em I'm The Greatest Ringo canta e toca bateria, John toca piano e faz harmonia vocal, George toca guitarra, Billy Preston está no órgão e Klaus Voormann no baixo. Esta é a única canção gravada após a separação dos Beatles que reune três dos seus antigos integrantes (sem contar, é claro, o projeto Anthology na década de 90).

E é exatamente a canção I'm The Greatest que você vai ouvir no post de hoje. Porém, não é a faixa lançada no Álbum Ringo, de 02 de novembro de 1973, mas uma demo com o próprio John cantando sozinho. Turn on!

I'm The Greatest (demo)

sábado, março 24, 2012

MULTI PAUL

Hoje ouviremos a demo da música Come And Get It de Paul McCartney, porém creditada aos Beatles, gravada em 24 de julho de 1969. Paul a compôs para o filme Magic Christian (1969), estrelado por Peter Sellers e Ringo. Naquele dia ele chegou mais cedo aos estúdios da Abbey Road, e preparou tudo: cantou e tocou piano no primeiro take, cantou novamente (double-track lead vocal) e tocou maracas no segundo, e por último, inseriu o baixo.

Em 02 de agosto de 1969 Paul deu essa demo ao conjunto Badfinger, que a gravou e a lançou em single no dia 5 de dezembro de 1969, com produção de Paul e pelo selo Apple Records. Ela chegou ao Top 10 ao redor do mundo, inclusive aparecendo em terceiro lugar nos quadros da U.S. Billboard em 1970. And now: Paul and Paul and Paul!

Come And Get It (demo)

terça-feira, março 20, 2012

SHOOT BIG!

Watching Rainbows é uma música escrita por John e que não foi lançada oficialmente. Essa gravação que você vai ouvir é de 14 de janeiro de 1969, durante as Get Back Sessions nos gélidos Twickenham Studios.

George havia ficado puto e se ausentado desde o dia 10 (e só voltaria no dia 22, porém já no estúdio da Apple) e ele mesmo falou sobre aquele período:

" - Eu tinha estado com Bob Dylan e a The Band no Woodstock e me diverti muito. Voltar para o 'inverno do descontentamento' com os Beatles em Twickenham foi algo infeliz e nada saudável.

Um dia houve uma discussão entre Paul e eu. Está no filme: você pode vê-lo dizendo 'bem, não toque isso'. Eu digo: 'tocarei o que você quiser, ou nem vou tocar se você não quiser. Qualquer coisa que for te agradar, é o que vou fazer'.

Estavam filmando nossos desentendimentos. A coisa não chegou a explodir, mas pensei 'qual o sentido disto? Sou bem capaz de ser relativamente feliz por mim mesmo e não dá para ser feliz nesta situação. Vou embora daqui'.

Todos tinham passado por isso. Ringo já tinha saído num dado momento. Eu sabia que John queria dar o fora. Foi um período muito, muito difícil e estressante, e ainda ser filmado discutindo foi terrível.

Levantei e pensei: 'Não vou mais fazer isso. Estou fora'. Então peguei minha guitarra e fui para casa".

Nesses dias sem George os Beatles fizeram várias jams (inclusive com Yoko...). Na gravação que você vai ouvir agora John está nos teclados e vocais, Paul na guitarra e Ringo na bateria. Listen!

Watching Rainbows (unreleased)


Os comentários de George tiveram como fonte: http://whiplash.net/materias/riffola/109047.html

sábado, março 17, 2012

THE RACE IS OVER

O post de hoje traz a canção Dear John que nunca foi lançada oficialmente, provavelmente John ainda a estivesse construindo, como podemos perceber pela letra.

Nesse esboço ele se mostra sereno, quase sussurrando o fato de já ter cumprido uma imensa e extenuante tarefa, pois agora era hora de dar um tempo, não pegar tão duro. Como uma reflexão, ele afirma que a vida não foi feita para ser uma correria desembestada - numa clara alusão aos tempos da Beatlemania, quando os Beatles não tinham tempo nem de ir ao banheiro. Agora essa corrida acabou e ele se declara o vencedor.

Ele está no seu apartamento no Dakota, em Nova Iorque, em novembro de 1979. Enjoy!

Dear John (home demo)

Dear John
John Lennon

Dear john,
Don't be hard on yourself.
Give yourself a break.
Life wasn't meant to be run.
The race is over, you've won.

Dear john,
Don't be hard on yourself.
Give yourself a break.
Life wasn't meant to be run.
The race is over, you've won.

Ha da do do do do
Do do do do do
(laugh)
September, november...

Dear john,
Don't be hard on yourself.
Give yourself a break.
Life wasn't meant to be run.
The race is over.

Ooooh.

Dear john,
Don't be hard on yourself.
Give yourself a break.
Life wasn't meant to be run.
The race is over.

And dear john,
Don't be hard on yourself.
Give yourself a break.
Life wasn't meant to be run.
The race is over.

Do-do,
Do-do-do-do,
Do-do-do-do-ooh, uh-hu,
Yeah, alright.

And dear john,
Don't be hard on yourself.
Give yourself a break.
Life wasn't meant to be run.
The race is over.

(whistle)

Dear john,
Put the tv on, have a snack.
Wash your mother's back.
The race is over.

quinta-feira, março 15, 2012

GEH RAUS!

Pura piada de Paul. Supostamente ele estaria cantando Get Back em alemão, mas é apenas gozação.

Perguntei a um sobrinho que nasceu e mora na Alemanha o que Paul está dizendo na canção e ele simplesmente disse: "Nada!".

Curta o bom humor de Paul, endossado pelos outros beatles que não ficaram fora da farra! Enjoy!

The Beatles - Get Back (germany?) - (studio)

terça-feira, março 13, 2012

HIGH ABOVE THE MOUNTAINS AND SEA

Sir Noël Pierce Coward (16 de Dezembro de 1899 / 26 de Março de 1973) foi um dramaturgo, ator e compositor britânico. Ele ganhou um Oscar especial em 1942 pela sua contribuição para o esforço de guerra com o filme In Which We Serve. Foi feito Cavaleiro do Reino pela rainha Elizabeth II em 1970.

Menino prodígio, exímio dançarino, dramaturgo genial, compositor, escritor e ator de talento, Noël Coward foi um fenômeno. Aos 32 anos, era o autor mais bem remunerado do planeta e, apesar de já ter falecido há quase 36 anos, seus textos e peças continuam a ser encenados em todo o mundo.

Em 1998 foi lançado o cd Twentieth-Century Blues: The Songs of Noël Coward, com contribuições de vários cantores, entre eles Sir Paul McCartney. Ouça Paul interpretando uma canção de Noël Coward chamada A Room With A View, bem ao estilo do seu álbum Kisses On The Bottom, lançado no ínicio de 2011. Ok, Paul!

A Room With A View (cover)

quinta-feira, março 08, 2012

THE PAUL'S BASS

A canção While My Guitar Gently Weeps de George, lançada no White Album, foi gravada no dia 6 de setembro de 1968 no estúdio 2 da Abbey Road. Dela participou o guitarrista Eric Clapton, que fez o solo de guitarra com uma Gibson modelo Les Paul. Eric foi o primeiro música famoso a participar de uma gravação dos Beatles.

Porém, o blog separou para hoje o canal do baixo de Paul na canção, um Fender Jazz Bass e não o seu famoso Hofner. O resultado é simplesmente maravilhoso. Enjoy!

While My Guitar Gently Weeps (bass)


Especiais agradecimentos ao Lucindo Valotto Filho, da Beatles Brasil, que enviou a mp3.

quarta-feira, março 07, 2012

CRAZY

O blog traz hoje pra você uma demo de John, no seu apartamento no Dakota, datada de 1979.

A canção Watching the Wheels de John figura na track list do seu último álbum em vida, o Double Fantasy, de 1980. Ela também foi lançada em 1981 como single, trazendo na capa uma foto dele com Yoko tirada na frente do Dakota pelo fotógrafo Paul Goresh, o mesmo que tirou a foto de John dando um autógrafo ao seu assassino no dia 8 de dezembro de 1980. Ironicamente, o autógrafo foi dado na capa do álbum Double FantasyEnjoy!

I'm Crazy (early Watching The Wheels - demo 1979)

quinta-feira, março 01, 2012

SHE MAY GET LOVE BUT SHE WON'T GET MINE

Paul e sua banda Wings, em 1973, cansados da Inglaterra, resolveram gravar o novo álbum , o Band on the Run, em um lugar mais exótico. Nigéria, na África, foi o local da escolha. Porém, pouco antes de irem para lá, o guitarrista Henry McCullough e o baterista Denny Seiwell abandonaram a banda. O Wings, então, gravou o álbum como um trio: Paul, Linda e Denny Laine. Por isso, alguns músicos de estúdio foram chamados para ajudar nas gravações: Howie Casey (saxofone), Ginger Baker (percussão), Remi Kabaka (percussão), Tony Visconti (orquestrações), Ian e Trevor (ambos na vocalização).

De volta à Inglaterra, os ajustes finais da gravação foram feitos e um compacto com a música Helen Wheels, tornou-se um sucesso. Após o lançamento, em 7 de dezembro de 1973, as músicas Jet e Band on the Run atingiram a parada de sucessos. O álbum chegou ao primeiro lugar nos Estados Unidos, ganhando o disco de platina triplo. Em 1975, ele recebeu o Grammy por melhor performance de vocal pop de um grupo.

Hoje o blog traz para você um sensacional ensaio da canção Nineteen Hundred And Eighty Five. Ok, Paul!

Nineteen Hundred Eighty Five (rehearsal)